Esfoliação ginecológica: interpretação da análise

Os microorganismos vaginais são a flora vaginalO organismo em que depende a saúde da mulher. Para estudá-lo, é tomado um esfregaço ginecológico, na decodificação dos quais, normalmente, as bactérias láticas devem predominar sobre patógenos na microflora vaginal.

Atividades preparatórias

Antes de passar a análise, você precisa preparar:

  • 14 dias antes do estudo, não tome antibióticos;
  • por três dias - não administre vaginalmente drogas que tenham efeito contraceptivo, anti-séptico e antibacteriano;
  • por dois dias - não entrar na intimidade sexual;
  • um dia antes de ir ao médico para não tomar banho;
  • não duche;
  • antes de uma visita ao médico para realizar procedimentos higiênicos dos genitais;
  • três horas antes do procedimento, não esvazie a bexiga;
  • Não faça o teste durante a menstruação.

No caso de tratamento médico permanente, uma mulher deve ser avisada por um médico e informar quais medicamentos ela está tomando.

Esboço transcrição ginecológica comum
O incumprimento destas regras simples irá distorcerresultados que, por sua vez, afetarão o diagnóstico de patologia. É desejável que todas as mulheres passem por exame bacteriológico uma vez a cada seis meses.

Coleção de material biológico

Para realizar pesquisas e decifrar o esfregaço ginecológico é retirado da uretra, do canal cervical e paredes vaginais. Explore a microflora e determine o grau de pureza.

O procedimento para a tomada de material é realizado com uma espátula ou lâmina especial e é realizada nos seguintes casos:

  • exame preventivo;
  • exame médico profilático;
  • queixas de mulheres: uma sensação de queimação e prurido dos órgãos genitais, dor perto da área púbica, excreção.

leucócitos de decodificação de esfregaços ginecológicos
A fim de tomar um esfregaço comum ginecológico(a transcrição é dada abaixo), um espelho ginecológico é inserido na vagina da mulher, através do qual o colo do útero e as paredes vaginais são visíveis. Em meninas e mulheres que não têm relações sexuais (virgens), independentemente da categoria etária, esta ferramenta não é usada.

Esfoliação ginecológica: transcrição. Normas

No sistema genitourinário feminino, a norma éCerca de 40 tipos diferentes de microorganismos, a maioria dos quais são lactobacilos. Uma mulher saudável normalmente determina até 95% das bactérias do ácido lático. O ácido láctico mantém um ambiente ácido na vagina e rapidamente suprime patógenos.

transcrição ginecológica de esfregaço
Outra parte da flora é Klebsiella, intestinalvaras, cornebactérias, estafilococos, gardnerelas, micócitos, peptostreptococos, eubactérias e outros. A presença de um número mínimo de fungos de candida também é aceitável.

Causas de anormalidades

Em alguns casos, a imunidade diminui (menopausa,gravidez ou outra insuficiência hormonal, situações estressantes), neste caso, o médico pode prescrever um esfregaço ginecológico para a flora geral. Decodificação mostrará como a composição quantitativa das bactérias mudou. A microflora normal diminui e, como conseqüência, a susceptibilidade às infecções do trato genital aumenta devido ao aumento dos microrganismos oportunistas: estreptococos, Escherichia coli, Staphylococci. Com um sistema imune fraco, os organismos causadores de doenças se multiplicam com grande velocidade e reprimem ativamente os microorganismos do leite. Como resultado, a patologia desenvolve: jardinelosis, candidíase ou disbiose vaginal, o que provoca:

  • inflamação dos apêndices e do útero;
  • gravidez ectópica;
  • o nascimento de um bebê prematuro;
  • aborto espontâneo;
  • infertilidade.

Qual é o propósito da análise

Pesquisa e decodificação de ginecologiaO acidente vascular cerebral permite que você diagnostique oportunamente várias doenças da esfera sexual de uma mulher, além de avaliar a contaminação microbiana, incluindo a composição qualitativa e quantitativa dos microorganismos, o estado dos tecidos epiteliais da vagina, a presença de processos inflamatórios.

decifrando o grau de esfregaço ginecológico
Este tipo de estudo é chamado de padrão-ouro para a detecção de vaginose bacteriana.

Disbacteriose da vagina: as principais causas

No caso de um esfregaço ginecológico ser tomado e sua interpretação mostrou a presença de disbiose, os motivos poderiam ser os seguintes:

  • desequilíbrio hormonal (uma pequena quantidade de estrogênio);
  • distúrbios metabólicos;
  • uso prolongado de agentes antibacterianos de um amplo espectro de ação;
  • imprecisões na observância das regras de higiene pessoal dos genitais.

Resultados da análise

No laboratório de uma organização médica, um esfregaço ginecológico é examinado. Explicação:

  • Leucócitos. Para o canal cervical, a presença de até 30 células no campo de visão é considerada normal, para a uretra dentro de 5, para a vagina - não mais do que 10. Um pequeno número de glóbulos brancos protege os genitais e seu crescimento indica a presença de inflamação: uretrite, colpite, cervicite. No caso da fase aguda do processo inflamatório, o número de leucócitos excede 100 células no campo de visão.
  • Mucus. Este indicador é normal, se não existe urretra na uretra, uma pequena quantidade de muco é permitida na vagina. Durante a menstruação, é permitido no colo do útero. Quando o muco é detectado na uretra, a inflamação é suspeita.
  • As células epiteliais, que normalmente devem sernão superior a 15. Na vagina - um epitélio plano, no canal cervical - células cilíndricas do epitélio. Se você tomou um esfregaço ginecológico e decodificou, mostrou a presença de epitélio em excesso da norma, isso indica um processo inflamatório agudo ou crônico nos órgãos genitais.
  • Microorganismos. A vagina está normalmente presente: a flora de cocos em mulheres durante a menopausa e em meninas que não atingiram a puberdade; lactobacilos - em mulheres em idade reprodutiva. No colo do útero, as bactérias devem ser substancialmente menores do que na vagina. A microflora na uretra deve estar ausente. Se existe uma flora patogênica ou condicionalmente patogênica, é diagnosticada a disbacteriose da vagina ou inflamação.
  • Trichomonas, gonococos, células-chave, cuja detecção implica as seguintes doenças: tricomoníase, gonorréia, gardnerellez. Na norma, eles não deveriam ser.
  • Fungus Candida. Eles revelam micélio e esporos. Estes últimos assumem o transporte deste tipo de fungo e podem estar presentes em uma mulher praticamente saudável. A aparência de um micélio significa que uma mulher em fase ativa tem um processo infeccioso causado pela candidíase ou por um tordo.

Grau de limpeza do esfregaço ginecológico: transcrição

De acordo com o grau de pureza do esfregaço ginecológico, e apenas quatro delas, a presença do processo inflamatório no corpo feminino é determinada:

  • O primeiro. Este grau de pureza ocorre em duas categorias: em mulheres praticamente saudáveis ​​(não há doenças inflamatórias crônicas e agudas dos órgãos genitais) e em meninas que não fazem sexo. Indicadores: os lactobacilos são suficientes, pH ácido da vagina, leucócitos 0-5.
  • O segundo. Nesse grau de pureza, a terapia não é prescrita. Recomenda-se medidas preventivas para aumentar o estado imunológico para prevenir o desenvolvimento de processos inflamatórios. Indicadores: a microflora vaginal é mista (há micróbios normais e patogênicos), pH ácido da vagina, leucócitos de cinco a dez, muco e tecidos epiteliais planos quantidade moderada.
  • A terceira é a dos genitaisAs mulheres têm um processo inflamatório e requerem tratamento imediato. Indicadores: Lactobacilli estão praticamente ausentes, a microflora virulenta e as células epiteliais são aumentadas, um pH ligeiramente ácido ou alcalino da vagina.
  • O quarto grau é um alto nível de perigo. Com base nos resultados dos estudos laboratoriais, o médico prescreve um exame adicional para excluir o perigoso, incluindo doenças oncológicas dos órgãos sexuais de uma mulher. Indicadores: os lactobacilos não são semeados, pH alcalino da vagina, a microflora é completamente patogênica, os leucócitos são enormes.

esfregaço ginecológico sobre flora
O esfregaço ginecológico e sua interpretação sobre a microflora permitem o diagnóstico precoce da doença, o tratamento atempado e previne o desenvolvimento de um processo crônico.

Esfoliar a flora durante a gravidez

Esta análise em mulheres grávidas é tomada para registro na consulta feminina, bem como em 30 e 38 semanas para controlar a pureza da vagina durante a gravidez.

transcrição ginecológica de esfregaço
As mulheres que planejam crianças são recomendadasCuide-se e a si mesmo, e a saúde do futuro do bebê, e passe um esfregaço ginecológico para a flora antes da gravidez esperada. Explicação: Normalmente, 95% de todas as bactérias são lactobacilos, 5% é uma flora condicionalmente patogênica que não se multiplica em um ambiente ácido. Sob certas condições, quando o pH se desloca para o ambiente alcalino, as bactérias patogênicas começam a se espalhar ativamente. Uma das causas das mudanças na microflora é a gravidez.

Ao longo do período de levar o bebêAs mulheres têm outro aspecto hormonal. Há uma produção aumentada da hormona progesterona e estrogênios - o valor mínimo. Graças a essa reconstrução do corpo, o número de palitos Dodderlein (lactobacilos) aumenta aproximadamente dez vezes para proteger o feto da infecção durante a gravidez.

Assim, é muito importante antes de planejargravidez para se submeter aos testes laboratoriais necessários e obter uma transcrição da análise do esfregaço ginecológico, incluindo o grau de pureza da vagina. Caso contrário, a flora oportunista terá um impulso para a ativação e provocará várias doenças. Algumas doenças: vaginose bacteriana, gonorréia, tricomoníase - afrouxamento e enfraquecimento das paredes da vagina, e durante o nascimento do bebê pode haver quebras.

Análise citomorfológica de esfregaços

Este tipo de estudo é prescrito apósfoi prescrito esfregaço ginecológico na flora. A interpretação (norma ou patologia) dos resultados ajudará na formulação de um diagnóstico preciso. Com a ajuda desta análise, oncologia ou displasia do colo do útero, a infecção por papilomavírus é detectada.

esfregaço ginecológico sobre a flora
Biomaterial para células atípicas é retirado da uretra e cervix, sua parte vaginal. Existem vários tipos de esfregaços:

  • O tipo 1 significa que a condição do colo do útero é normal.
  • O tipo 2 é a presença de um processo inflamatório ou um fácil grau de displasia. Neste caso, o médico prescreve medicamentos anti-inflamatórios e após um curso completo de tratamento, análise repetida para citologia.
  • O tipo 3 é displasia grave ou moderada. Quando este resultado é obtido, um exame adicional é nomeado, a saber, uma biópsia de tecido cervical e seu exame citomorfológico, colposcopia, com a ajuda de quais focos de dano de tecido epitelial, sua localização e caráter são revelados.
  • O tipo 4 é caracterizado como condição pré-cancerosa. Tal como acontece com o terceiro tipo, recomenda-se um novo exame e consulta do oncoginecologista.
  • O tipo 5 é uma doença oncológica. Todos os exames e tratamentos ocorrem em uma instituição médica especializada.

Preparação para pesquisas citológicas

A informatividade ea precisão do resultado dependem da preparação correta:

  • Não faça uma análise até o quinto dia da menstruação e, o mais tardar, cinco dias antes do próximo ciclo menstrual;
  • 24 horas antes da amostragem do biomaterial, não é recomendado o uso de medicamentos, incluindo contraceptivos;
  • Pelo menos um dia antes de ir ao médico deve abster-se da intimidade sexual.

Conclusão

Assim, um esfregaço ginecológico sobre a flora(cuja transcrição é dada acima) e um esfregaço em citologia permite revelar várias doenças da esfera sexual feminina e com terapia corretamente prescrita dá uma ótima chance para a recuperação mais rápida.

Gostei:
0
Florocenosis - o que é isso? Análise para
Coprograma. Explicação
Um esfregaço do nariz aos eosinófilos. O que é isso
Análise de urina: transcrição e preparação
Decodificação do exame de sangue e sua
O que é PAP? Teste PAP: decodificação e
HCG - interpretação da análise e suas características
Regularmente faça esfregaço no ginecologista
Teste de sangue em uma criança: decodificação - você pode
Top Posts
para cima